A rotina de 5 minutos para finanças pessoais

Rotina é uma palavra que muitas vezes carrega uma conotação negativa, principalmente ligada à acomodação.

Mas nós precisamos da rotina bem aplicada. E a rotina bem aplicada nos permite liberar tempo e energia do nosso cérebro para usar em coisas que geram mais valor pra nós. A rotina bem aplicada, focada no processo correto, permite ligar o piloto-automático do nosso cérebro. A rotina nos permite ser mais produtivos, mais organizados e mais focados. Com a rotina, ganhamos o espaço e liberdade que tanto ansiamos em algumas ocasiões.

O início de uma rotina de orçamento

Todos nós temos nossas histórias particulares de tentativas de organizar nossas finanças pessoais. Tentamos diversos métodos, tentamos contar cada centavo, ou usar budgets, tentamos diversas soluções diferentes, entre planilhas e aplicativos. E todos nós acabamos por nos frustrar em todas essas tentativas, porque, na realidade, não temos uma rotina pronta pra organizar nossas finanças. Métodos e ferramentas servem pra automatizar uma rotina já existente e que não é sustentável ou toma muito tempo sendo executada manualmente. Mas, é curioso: sempre que “largamos mão” desses métodos ou dessas ferramentas, acabamos voltando depois de algum tempo pra eles. É um sinal de que há uma necessidade a ser atendida, uma necessidade de manter suas finanças organizadas e você ainda não supriu, nem mesmo com uma rotina manual. Mais ou menos é assim que acontece:

Antes/Sem rotina: normalmente o salário acaba muito antes dos meses e não entendemos os motivos. Não temos poupança e precisamos entrar no cheque especial só pra terminar de passar o mês e entramos o próximos mês já devendo ao banco. Somos reativos às consequências do que simplesmente ignoramos, e no longo prazo sentimos a dor.

Depois/Com rotina: Menos de 5 minutos por dia, apenas pilotando e administrando o orçamento que você configurou.

Para muitos, é uma transformação radical planejar e organizar um orçamento, e criar uma rotina baseada nisso. Eles poupam mais tempo, livram-se de estresse desnecessário e se sentem mais no controle de suas finanças.

Aqui vai algumas dicas sobre como fazer isso com o Vai Sobrar:

Diariamente (5 minutos ou menos)

  • Toda manhã (ou quase toda manhã, tudo bem), abra o Vai Sobrar! e dê uma olhada no seu orçamento do mês atual. Pode ser até escovando os dentes! Mas, por algumas vezes na semana, comprometa-se a revisar seu orçamento do mês atual e checar se está tudo atualizado ou se há alguma despesa que não foi paga ou está pra vencer.
  • Durante o dia, normalmente, basta atualizar o orçamento do mês atual quando algum recebimento ou alguma despesa for paga, ou quando precisar planejar uma nova despesa ou um novo recebimento.
  • Confira as notificações do Vai Sobrar! As notificações chegam em situações importantes, como a proximidade de um vencimento ou a proximidade de atingir os limites de um cartão ou uma categoria.

Uma vez por semana (Aprox. 10 minutos)

Normalmente uma vez por semana vale a pena revisar o seu orçamento com um pouco mais de cautela, em busca de atualizações necessárias para não ser pego de surpresa durante a semana. É importante:

  • Conferir o que está planejado praquela semana. Quais são os recebimentos e as despesas desta semana?
  • Há alguma fatura de cartão vencendo esta semana? Como está a ocupação dos limites dos meus cartões?
  • Esta semana será mais pesada ou mais leve em termos de vencimentos?

Uma vez por mês (Aprox. 15 minutos)

Mensalmente é importante olhar para o próximo mês. Ao final de um mês, o que pode ser feito no próximo mês. Que recebimentos precisam ser planejados, e que despesas podem ser feitas de acordo com os limites de suas categorias e cartões? Como andam seus sonhos? Próximos de serem realizados? O quanto dos seus recebimentos tende a ficar livre no próximo mês? Que sugestões você recebeu do aplicativo que podem ser aplicadas no próximo mês no seu orçamento. Ao final do mês, é importante:

  • Revisar e planejar o orçamento do próximo mês, e até mesmo dos próximos 3 meses. E conforme novos lançamentos forem feitos no seu orçamento mensal, que impactos suas estatísticas evidenciam? A ocupação dos limites de suas categorias está excessiva? Os limites dos seus cartões estão altos?
  • Ajustar os limites de suas categorias caso necessário.
  • Simular possíveis novas despesas e observar os impactos que elas podem causar no seu orçamento futuro.

Como fazer uma nova rotina funcionar?

Ninguém se adapta automaticamente a uma nova rotina. Todos precisam de uma ajudinha mas, uma vez internalizada, a nova rotina pode parecer muito natural e, sim, automática.

Para ter essa ajudinha, basta criar lembretes no seu calendário para lembrar de revisar e atualizar o seu orçamento. O proprio Vai Sobrar! usa as informações que você cofigurar para enviar uma série de notificações que te ajudam a criar o hábitos de revisar e atualizar o seu orçamento.

Em alguns meses, você estará tão acostumado a revisar o seu orçamento que sentirá até falta dessa rotina!