Como fazer o dinheiro que você tem durar mais

Não podemos mudar o fato de que você não sabe exatamente quando ou quanto dinheiro receberá neste mês, mas podemos ensiná-lo a ter total controle do dinheiro que possui no momento e se estressar um pouco menos sobre isso. Esta série de oito partes ensinará exatamente como criar um orçamento com sucesso e esticar o seu dinheiro.

Se você perdeu alguma parte, dá uma olhadinha, a gente espera …

Parte 1: Como fazer um orçamento se você não souber quando será pago novamente
Parte 2: Como saber o que você consegue pagar
Parte 3: Os perigos da previsão com dinheiro que você ainda não possui
Parte 4: Como tornar o desconhecido menos estressante

Então, você está fazendo as perguntas certas, resistindo ao desejo de prever e pensar em suas despesas mensais de maneira um pouco diferente.

Preparar-se para contas irregulares tratando-as como despesas mensais parece bastante fácil quando se trata de algo como um pagamento de seguro. Afinal, não há mistério sobre quando chega ou quanto vai custar. Basta dividir, orçar todos os meses e pronto. Quando chegar a hora, você estará pronto – sem estresse.

Mas e as despesas inesperadas? Coisas que você nem quer começar a pensar? Quando o carro quebra ou surgem despesas médicas? Ou há uma pandemia global e sua renda previsível é revertida? Claro, você apenas espera, com esperança, que nunca aconteça: mas acontecem, então, o que acontece agora? O que você vai fazer?

Bem, na verdade um bocado de coisas. Veja como pegar o dinheiro que você tem e fazer com que ele dure mais, usando todas as habilidades que aprendemos até agora.

Você já tem esse orçamento?

Ainda não tem um orçamento? Você precisa de um. Especificamente, um orçamento baseado em zero (também conhecido como onde você direciona cada centavo e só faz o orçamento do dinheiro que possui).

Esse tipo de orçamento mostra quanto tempo durará o seu dinheiro. Quando você sabe até onde vai o seu dinheiro atual, ele ajuda a tomar decisões informadas sobre quais alavancas financeiras devem ser usadas agora.

Liste as despesas mensais

Adicione todas as coisas que normalmente exigem seu dinheiro (incluindo todas as despesas não mensais, como seguro de carro ou Netflix). Você está tentando chegar a um número: quanto custa um mês de sua vida?

Separe “Necessidades” de “Desejos”

Pegue sua lista de despesas e classifique-as em necessidades e desejos. Necessidades no topo, desejos no fundo. Tente não pensar demais aqui: você precisa? Você pode viver sem isso?

Planeje até onde o seu dinheiro for

Pegue o dinheiro que você tem agora e siga suas necessidades e desejos, direcionando o uso do seu dinheiro. Faça esse exercício o máximo possível: orçar este mês, orçar no próximo mês, se puder. Veja até onde vai o seu dinheiro.

Exercite alguns cenários: e se você fizer um orçamento apenas para o essencial? E se você planejar o essencial + alguns extras?

Você chegará à realidade da sua situação financeira até o final desta etapa. Pode ser um pouco mais difícil do que você queria, mas neste momento você está retomando o controle. (Você já começou a tomar decisões … “hmm, eu posso cortar isso. Eu posso viver sem isso”). Você não está sendo forçado, você está apenas vendo a sua situação e é você quem decide.

Puxe as alavancas para esticar seu dinheiro

Agora, aqui está a parte realmente empoderadora. Você sabe onde está e conhecimento é poder. Seu cérebro liberará sua própria criatividade para preencher as lacunas. Se você precisar de mais espaço no seu orçamento para que seu dinheiro dure mais, é aqui que você vai à luta.

Corte seu próprio orçamento (cancele assinaturas, gaste menos em alimentos, reduza os “desejos”)
Reduza o dinheiro necessário para as “necessidades” (negocie seus pagamentos de juros, faça uma pausa no pagamento da dívida, solicite adiamento ou pagamento atrasado do aluguel)
Traga mais dinheiro (trabalhe como freelancer, solicite o seguro-desemprego)

Agora você sabe onde está, então decida quais alavancas você precisa puxar e com que força você precisa puxá-las.

Deixe o orçamento guiar seu caminho

Agora que você criou um plano bacana para o seu dinheiro, você o segue! Use seu orçamento para orientar seus gastos, não sua conta bancária.

Não sabemos o que acontecerá a seguir muito mais do que você. Porém, quanto mais você puder seguir essas etapas, mais dinheiro você conseguirá esticar à sua frente.

Um comentário em “Como fazer o dinheiro que você tem durar mais

Os comentários estão fechados.